FELIZ ANO NOVO

O BLOG DESEJA A TODOS UM FELIZ ANO NOVO COM A SEGUINTE MENSAGEM:
"AMA O PRÓXIMO COMO A TÍ MESMO E SEJA FELIZ EM 2008 E POR TODA A TUA VIDA".

Agrediram o Vereador Penteado do PV

Nossa solidariedade ao Vereador Penteado do PV de Canaã dos Carajás que foi barbaramente agredido a mando de adversários políticos seus, que resolveram intimidá-lo. Queremos apuração imediata e punição aos culpados.

Governadora na Marujada de São Benedito

A Governadora Ana Júlia visitou Bragança no dia 26.12, durante a Festa de São Benedito, por uma falha de assessoria ou de articulação mesmo, ficou evidente que o PMDB monopolizou a programação e fez da visita um fiasco, deixando inclusive o PT local de fora e com pouca expressão.
O exemplo disso foi a saudação petista à Governadora, uma faixa de pano, feita de última hora, já o PMDB mandou exibir logo na entrada da cidade um gigantesco painel.
Durante a programação, que não durou muito, os petistas foram mantidos à distância.
O deputado Adamor Aires ajudou a esvaziar a visita oficial, realizando um evento paralelo, na casa do Sr. Pedro Persi, com direito a distribuição de cesta básica

Portentoso São Benedito

 
Posted by Picasa

Dia 26 de dezembro o Glorioso São Benditos sai pelas ruas de Bragança distribuíndo esperança e carinho aos da terra e também aos visitantes. Dizem que quem participa uma vez da procissão nunca mais deixa de acompanha-la.
São Benedito pedimos sua benção para o povo paraense nesta festa de 209 anos.

Vila da Barca

O Prefeito, após três anos de mandato, inaugura a primeira parte do projeto Vila da Barca. LULA que estava programado para vir não vai aparecer, deve ser porque sua assessoria descobriu que existem muitas denúncias de irregularidades contra o projeto.
A Vila da Barca é, antes de qualquer coisa uma opção de vida para algumas pessoas, lá residem os que vieram de regiões ribeirinhas, acustumados a morar perto do rio. De cada 10 casas uma é mercearia. As pessoas criam porcos, outros tem barcos atracados na porta dos fundos da sua casa. Tem casa que é duas vezes mais confortável que as construídas pela Prefeitura. Não é simples mudar a cultura do povo da Vila da Barca, principalmente quando o projeto da Prefeitura não respeita a realidade. Vai dá m... esperem.

Propaganda da SEDUC

A voz do locutor que faz a propaganda da SEDUC é esquisita, parece estrangeiro falando.

A Vale assina acordo

Não tive acesso ao acordo assinado entre o Governo e a Vale, mas a notícia é que a Companhia ira disponibilizar recursos para a Secretária de Meio Ambiente se equipar e monitorar queimadas.
Não tenho nada contra assinar acordo, apenas observo que a autonomia da SEEMA frente a Vale fica sempre comprometida com essas "ajudas". Será que não pagamos impostos suficientes para o Estado adquirir os meios para fiscalizar empresas?

O Bispo em greve de fome

D. Luiz Cappio está há mais de 23 dias em greve de fome e ontém desmaiou ao saber que o STF havia liberado as obras de transposição do Rio São Francisco. O PV desde o início do protesto, através do deputado Edson Duarte da Bahia, vem prestando solidariedade ao religioso e a sua luta que é nossa também.

Abaetetuba: leniência e ignorância

A integrante de uma banda, dia desse, antes da apresentação em um Show realizado pela Prefeitura de Abaetetuba, precisou ir ao banheiro e, verificando que a Prefeitura não tinha providenciado nem para o público e muito menos para os artistas, dirijiu-se ao Secretário de Meio Ambiente para pedir ajuda, tendo este sugerido que ela utilizasse a área sob o palco e que ele faria a cobertura. A jovem se sentiu ofendida como profissional e como mulher e escreveu a "O Liberal" denúnciando o caso.
Olha o respeito! Luís Lopes toma providências e põe o município no trilho irmão. Abaetetuba não merece isso.

Marujada de São Benedito

Começou ontém a Festa 209 da Marujada de São Benedito em Bragança. Neste mês inteiro teremos as danças no barracão da Irmandade. No dia 26 de dezembro, pela manhã, haverá Missa, dança e o almoço, paralelamente a isso, teremos o leilão. No leilão ocorre a fomosa guerra de pitombas, com destaques para o Dr. Torquato e Cláudio Abdom. Na parte da tarde teremos a prócissão pelas ruas de Bragança com uma disputa particular entre aqueles que carregam o andor do santo, como é o caso do Professor Isis e o ex-prefeito José Diogo.
No arraial funciona um parquinho para as crianças, é o Parque do Sargento, todo de madeira e manual como antigamente. Há! bem ao lado tem a barraca que vende caldo de cana, a famosa garapa com pão doce, onde o Professor Helder Aranha leva seus três sobrinhos, João Pedro, José Carlos Filho e Arthur, para lanchar.
De longe se ouve a música:
Que Santo é aquele que vem no andor
É São Benedito e Nosso Senhor.
São Benedito sua manga cheira
A cravos e rosas, flor de laranjeiras.

Eleições em Baião

O município de Baião é um lugar belo e de uma povo maravilhoso, porém até hoje não conseguiu encontrar uma administração municipal que fosse capaz de retirá-lo do ostracismo e do isolamento.
A próxima eleição promete, espero que o povo saiba escolher, estes são os candidatos:
Jadir - PMDB
Edilsom Ramos – PP
Saci – PT
Vadico Barbosa – PTB
Tales – PSC
Segundo um pesquisa encomendada pelo deputado Domingos Juvenil o candidato Jadir está na frente, porém na boca do povo baionense Edilson Ramos e Vadico disputam a preferência local. O candidato Saci, meu amigo pessoal, está sendo prejudicado pelo desgaste da Jandira, atual prefeita.

O PT Independente

o amigo Edward ou "Dvar" para os íntimos de Belos Prazeres e para o Paulo Roberto Ferreira escreveu um comentário ao post Adalberto Aguiar que respondo aqui, com muito prazer.
Quando o Edmilson assumiu a prefeitura de Belém defendí a independência do PT em relação ao governo e nesse proposito me candidatei a presidente do diretório municipal de Belém e fui disputar o segundo turno contra o candidato da Força Socialista. Perdí para os DAS´s, com o silêncio conivente de muitos líderes e das suas organizações. O PT de Belém pasou oito anos atrelado a Prefeitura, sem força para barrar o autoritarismo e os desmandos do Prefeito, não foi capaz de atuar em nenhuma crise do governo municipal. Lembras que defendíamos o nome da Ana Júlia para coordenar o Orçamento Participativo e o Edmilson barrou apontando o Stephani Henrique. Defendemos o nome do Maurílio Monteiro para o meio ambiente, mais um que foi barrado. O PT não moveu um palha na demissão da Edilza Fontes, ficamos só, Eu e o Babá. Nem a bancada o Prefeito recebí e o PT calado. A vice-prefeita Ana Júlia, isso mesmo, foi impedida de assumir o Governo na ausência do Prefeito, quer crise maior. As denúncias chegavam e nada podia se fazer, pois o PT era uma extensão do Palácio Antonio Lemos. No final do governo o PT estava desfigurado e o Edmilson saiu do partido atirando. O destino deu ao PT uma nova chance de ser diferente, aproveitem e façam o dever de casa em nome do povo paraense.

Adalberto Aguiar

13 6 5 4, não dá pra errar. Esse é o nosso candidato. Adalberto Aguiar é o novo presidente do Diretório Municipal do PT em Belém. Perdeu o Grupo da Ana Júlia.

Abaetetuba e a leniência

Lí uma entrevista do prefeito Luís Lopes fazendo um balanço da situação de Abaetetuba. Para o Gestor a culpa é da falta de emprego, da Albras, da família da moça. Em determinado trecho da entrevista o Prefeito lamenta o fato de ter uma história de engajamento social e não ter conseguido resolver problemas que sempre combateu.
Me desculpe Luís Lopes mais você e sua Administração é que são lenientes e não conseguem mobilizar a Cidade, recuperando no povo de Abaetetuba a auto-estima necessária para reconstruir o município e criar as condições favoráveis ao desenvolvmento. Ainda é tempo de reagir e dar a volta por cima.

Luzes de Natal

Belém está com uma iluminação pobre, chinfrim mesmo. A Prefeitura decepcionou a todos. olha que esta é ultima decoração da gestão Duciomar Costa. Na "nova Duqe", por exemplo, a árvore de natal do Hangar humilhou a árvore colocada pelo Dudú. É Duciomar! Tua bola está murchando.

Almir e Jatene

Em todo o lugar que chego políticos de diversas matizes me cercam para indagar querendo uma avaliação sobre as eleições e a posição de Jatene e Almir, quem brigou com quem e porque perdemos. Nestas conversas sempre volta a mesma história da chapa perfeita: Almir senador e Jatene governador. É uma tristeza só. Ouço tudo e não digo nada. Os fatos falam por sí.

Sem divisão do Pará

A Governadora Ana Júlia, durante discurso na inauguração do Polo Moveleiro, jogou um balde de água fria na pretensão separatista Dr. Odair Corrêa e do deputado federal Geovani Queiroz ao dizer que foi eleita por 143 municípios e quer chegar ao fim do governo com os mesmos 143, sem tirar nadica de nada.

Incentivos Fiscais

No evento de inauguração do Polo Moveleiro de Paragominas todos assitiram o Prefeito falar para Governadora que a indústria moveleira não funcionará sem incentivos fiscais. A secretária Suely, adversária desse beneficio fiscal, presente, apenas olhou, sem comentar nada.

Parabéns Paragominas

Estive em Paragominas neste sábado participando de três importantes eventos ambientais.
A inauguração do Parque Ambiental, uma área de 11 hectares de florestas a beira do Rio Uraim, uma inciativa da Prefeitura Municipal e da Companhia Vale.
O prefeito Adnam assinou um decreto muncipal criando o plano de arborização da Cidade com a meta de uma árvore por habitante. Viva!!!
O último evento do dia foi o I Encontro do PV para debater meio ambiente e desenvolvimento. A plenária lotada, aplaudiu o brilhante discurso do deputado Gabriel Guerreiro. Neste evento foi apresentada a chapa de candidatos do PV ao cargo de vereador em Paragominas, parabéns ao presidente Nilson e toda equipe do PV local. Estamos crescendo com qualidade.

Global Green

A Executiva Nacional decidiu que o PV do Brasil aportará recurso e, bem como criou uma comissão estadual para organizar o evento internacional dos partidos verdes, denominado Global Green. O encontro será nos dias 04 e 05 de maio, no Memorial da América Latina, em São Paulo, para discutir as mudanças climáticas.

Informes da bancada federal

Sarney Filho e Edson Duarte fizeram uma avaliação positiva da bancada, principalmente na questão ambiental. Nossa ação atraiu as organizações ambientais, como o Greenpeace, estão nos dando suporte e atuando conjuntamente com o PV. Entramos com uma ação contra a Petrobrás pelo índice do enxofre no combustível que superior aos índices aprovados pela Organização Mundial da Saúde.
Quanto ao Governo Lula estamos discutindo com o Líder José Múcio a participação no Governo, pois até hoje não nos foi dado espaço para atuar.

Executiva do PV reunida em Brasília

Neste momento a Executiva Nacional aprova por unanimidade a realização de três encontros regionais e um encontro nacional para discutir a seguinte pauta:
1. mudanças estatutárias;
2. eleições 2008 e 2010;
3. Global Green e mudanças climáticas.

Belém tem o maior déficit habitacional do país

Os índices divulgados pelo Governo dão conta que Belém acumula o maior déficit habitacional do país. Os edifícios que estão em construção são destinados a classe média, deixando, mais uma vez, a população carente fora desse atendimento. A Prefeitura de Belém e Ananindeua não têm propostas para resolver ou amenizar o problema. O projeto Vila da Barca, que o presidente LULA anunciou que vai inaugurar, está com problemas, inclusive com denúncias de superfaturamento, mas se destina a quem mora mal e não a quem está precisando de novas habitações.
O Programa Pró-moradia está paralisado, com denúncias de irregularidades.

Executiva do PV reúne em Brasília


Começou em Brasília a reunião da Executiva Nacional do Partido Verde. É a última reunião do ano. Presente uma enorme delegação do PV da Bahia, pois vamos discutir a mudança de direção naquele Estado.
.....
O Presidente Penna faz um balanço do ano com os desafios que tivemos que enfrentar. Propostas de fusão ao PSC e a tentativa de aplicação da cláusula de barreiras. Repudia os ataques que sofreram alguns dirigentes do PV ao longo do ano, perpetrado por pessoas que estão a serviço dos que não querem o crescimento partidária. Faz um desagravo ao Eduardo Brandão e Alfredo Sirkis.
.....

As vitórias foram muitas. O nosso tema está na pauta do homem comum. Crescemos na sociedade. Aumentamos o número de deputados federais. Somos o terceiro em crescimento de filiados e na preferência da população.

Ver-o-Peso do Pará

A Empresa Vale do Rio Doce mudou de nome, passou a chamar-se VALE, mas até agora ainda não se dispôs a ver-o-peso dos problemas sociais que causa ao Pará. (inspiração de Washington Rio Branco, ambientalista do vizinho Estado do Maranhão)

Quem está bem com o Planalto

O municípios que mais tiveram recursos de convênios liberados pelo Governo Federal no período de 08.11.2007 a 08.12.2007 foram os seguintes:

ITUPIRANGA - R$ 247.500,00
PORTEL - R$ 293.384,52
SANTAREM - R$ 694.455,78
MARABA - R$ 797.237,00
AUGUSTO CORREA - R$ 970.000,00
OURILANDIA DO NORTE - R$ 985.528,92
MAE DO RIO - R$ 1.002.497,18
ANANINDEUA - R$ 7.743.000,00
BELEM - R$ 8.213.706,00

Estes são os principais projetos financiados pelo Governo Federal com os valores totais no município de Ananindeua:
Implantação de 2 dois Restaurante Popular R$1.200.000,00; AMPLIACAO DE UNIDADE DE SAUDE R$ 200.000,00; IMPLANTACAO DE INFRA ESTRUTURA E ELEMENTOS URBANISTICOS ATRAVES DA CANALIZACAO DO IGARAPE MAGUARIAÇU R$ 6.693.000,00; OBRAS DE DRENAGEM TERRAPLENAGEM E PAVIMENTACAO ASAFALTICANA A RUAS DA PROVIDENCIA ESTRADA ICUI GUAJARA C REDENTOR STA MARIA R$ 1.950.000,00; E IMPLANTACAO DE GALERIAS PLUVIAIS SISTEMA VIARIO DE PARTE DA BACIA DO ICUI GUAJARA E NAS RUAS DO PAU D ARCO E CASTANNEIRA R$ 1.950.000,00

Mais Prerrogativas

Uma das chapas da AMEPA - Associação dos Magistrados do Estado do Pará, tinha com bandeira "mais prerrogativas" . Prerrogativas em bom português significa:

prerrogativa
[Do lat. praerogativa (subentende-se tribo ou centuria), ‘a tribo ou centúria que tinha o privilégio de votar em primeiro lugar’.]
Substantivo feminino.
1.Concessão ou vantagem com que se distingue uma pessoa ou uma corporação; privilégio, regalia: as prerrogativas do Presidente da República;as prerrogativas do corpo diplomático.
2.Faculdade ou vantagem de que desfrutam os seres de um determinado grupo ou espécie; apanágio, privilégio: Na Idade Média o saber era prerrogativa dos monges.

A pergunta é: o que mais falta aos magistrados para que prestem um bom serviço aos seus jurisdicionados? Nós queremos saber, talvez possamos nos entender e melhorar para todos.

Segundo Turno do PT

Em Belém disputam a presidência do PT dois candidatos, o vereador Adalberto Aguiar que é ligado ao Paulo Rocha e a Unidade na Luta e o vereador Marquinho, da DS, grupo da Governadora Ana Júlia Carepa. O segundo turno acontece neste domingo. Independente da Corrente política os dois candidatos têm história de luta. Adalberto é originário do movimento sindical dos urbanitários, categoria que tive a tarefa e o prazer de acompanhar e ajudar na organização da oposição, foi alí que conheci o bem humorado Adalberto Aguiar ou 13654, número com qual se inscreveu como candidato do PT.
O vereador Marquinho, conheço desde 1998, foi dirigente do Centro Comunitário do Jurunas, portanto ligado ao Movimento Popular. O que me chamou atenção no Marquinho foi sua forma carinhosa e comprometida de se relacionar com o povo pobre e carente do bairro do Jurunas. Dizem que o poder muda as pessoas. Eu, ao contrário, acredito que o poder revela. No caso do Marquinho deve ter revelado um exelente líder.

2/3

O Blog Quinta Emenda publicou um post sobre as eleições internas do PT, onde afirma que a média nacional da abstenção de petista nas eleições do partido foi de 2/3. Tentei publicar naquele Blog um comentário com os números, mas, por problemas técnicos, não consegui, por isso faço aqui.
Petistas com direito ao voto: 918.000
Compareceram e votaram: 326.000
Abstenção : 592.000, ou 35,51%.

O Quinta tem razão, foi uma signficativa abstenção.

Via dos Mercadores ou Conselheiro João Alfredo

A Via dos Mercadores construída e urbanizada pelo Prefeito Antonio Lemos

Agora veja a maqueta da Rua Conselheiro João Alfredo que o Alcaide Edmilson Rodrigues prometeu para "Cidade Integral", nome do seu programa para Belém, e depois compare indo ao local. A imagem de hoje mais parece a de Beirute após a Guerra Civil, antes de ser reconstruída.

Abafa o caso

A visita do Presidente LULA, pelo visto, foi programada, parece, com um único objetivo: abafar o caso da garota de Abaetetuba. Mas a foto da Governadora rindo ao lado do Ministro Paulo de Tarso Vannuchi, que é justamente o Secretário de Defesa dos Direitos Humanos, responsável pela apuração de casos como o da Garota, pode ter estragado a festa. Pois, não foi o Ministro Paulo Vannuchi que condenou o Governo do Pará no episódio da adolescente? Então! Estão rindo do que?
Para vocês um trecho da música do Legião Urbana, Clarisse.
"A violência e a injustiça que existe
contra todas as meninas e mulheres.
O mundo onde a verdade é o avesso e a alegria
já não tem mais endereço...
...Eu sou um pássaro,
me trancam na gaiola
e esperam que Eu cantem como antes."

No Sintepp o clima é de briga

As vesperas da realização do seu XVIII Congresso o Sintepp vivi momentos de muita tensão e disputas. No dia 19 de novembro de 2007, às 10 horas da manhã um grupo armado, tendo a frente o Sr. Dionísio Gonçalves de Oliveira, diretor do sindicato, ocupou a força e levou documentos do Sintepp.
É lamentavel que justamente uma entidade de educadores, de onde se espera venham bons exemplos, nos brinde com fatos como esse.

Mulheres em cela com homens é rotina, diz Zé Dirceu

O Blog do Zé Dirceu noticiou o caso da menina de Abaetetuba e afirma que era uma rotina no Pará. veja trecho da nota.

"Não há como justificar o que aconteceu com a menina de 15 anos presa no Pará na mesma cela com mais de 20 homens. Todos têm responsabilidade e culpa: governo, Polícia, Justiça, Ministério Público. O pior é que, depois que esse caso foi denunciado, apareceram outros no mesmo Estado. Ou seja, não foi um acidente, um erro circunstancial, era uma prática quase rotineira."

Metamorfose ambulante

O Presidente LULA diz que é uma metamorfose ambulante, por isso mudou, antes de ser presidente era contra a CPMF e hoje é a favor. O eleitor deve prestar atenção em políticos que na oposição criticam tudo e a todos e no governo seguem fazendo aquilo que criticavam.

Belém é mais violenta que Nova York

Os Jornais noticiam em média três homicídios por dia na Grande Belém, são mais de 1.000 assassinatos por ano, é assutador. Estes números superam Nova York, que registra 400 homícidos ano, segundo a Revista Veja. Nessas notícias de crimes chama atenção o crescente número de assassinatos cometidos por grupos, que chegam, invadem as casas e matam na frente dos familiares e vão embora tranqüilos. Essas cenas estão se repetindo todos os dias em Belém e nem uma autoridade de segurança pública dá qualquer explicação. São gupos de extermínio que matam por encomenda e nunca são alcançados.

Queimada

O município de Senador José Porfírio está pegando fogo. Militantes verdes entraram em contato para informar que fazendeiros inescrupulosos estão queimando uma extensa área de mata e parece que tem autorização, pois nem uma autoridade se manifesttou até o momento.

O Trânsito de Belém

O Prefeito Duciomar está refém de empresas que vendem equipamentos para trânsito. Estas empresas apresentam equipamentos modernos que dizem vão revolucionar o trãnsito e, ao contrário, só piora. Luz piscando nas pistas, semáforo que registra o tempo, faixas de pedestre com sinalização diferente, câmeras que fotografam, uma enorme parafernália que não passa de maquiagem e aumento no gasto de recurso público. Será que os vereadores de Belém não percebem isso?

Vitória da Democrácia

O povo venezuelano derrotou o presidente Hugo Chaves dizendo não no plebiscito que tencionava alterar as regras constitucionais do País criando a possibilidade de novos mandatos presidenciais. Esse ressultado fortalece a democracia na América do Sul, pois barra a pretensão de Evo Morales e de alguns poucos petistas brasileiros que desejavam o mesmo para o Presidente Lula. Votar, opinar, decidir foi por isso que morreram tantos brasileiros e isso fez a festa petista de domingo com as eleições presidenciais internas.
Democracia sem alternância de poder vira ditadura. Viva a democacia!!!

Jobim só o Tom

A crise do setor áereo ainda não está superada. Neste final de semana fui a Salvador representar o Presidente Penna em um encontro do PV da Bahia. Meu voõ era Belém, Brasília, Salvador. Na saída de Belém tivemos o primeiro atraso, 3 horas. Em Brasília perdemos a conexão e fomos reembarcado para Fortaleza. Lá, deixamos a aeronave, fomos ao aeroporto onde recebemos ordem de embarcar no mesmo avião, só que agora estavamos num voô internacional indo para Argentina com escala em Salvador. Resultado, fomos revistados no embarque e vários passageiros tiveram que deixar perfumes e outros objetos fora da norma internacional. Eu mesmo tive que me desfazer de um tubo de creme de barbear que não passou na inspeção. Cheguei em Salvador com 6 horas de atraso direto para reunião do Partido Verde.
Depois dessa, reafirmo que de Jobim eu só gosto do Tom.

Quem substituirá o Benassuly?

O pedido de exoneração do Delegado Geral Benassuly criou um problemaço para o Governo. Quem será o substituto? O Dr. Justiniano? O Dr. Pedro Paulo? O Dr. Paulo Tamer? O Justiniano fez oposição a cúpula da Polícia nos anos do governo do PSDB por questões sindicais, mas não goza de apoio na cúpula do Governo e da Segurança Pública, pois não tem tradição de esquerda. O Dr. Pedro Paulo é um delegado técnico, mas não tem pérfil para comandar a Polícia Civil, Ele mesmo, se consultado, preferirá ficar na Acadepol, mas é o que tem a maior aproximação política com a Governadora e a Dra. Vera Tavares. O Dr. Paulo Tamer é um delegado com uma larga folha de serviços na Polícia Civil, mas o PT não esquece que Ele era o títular do DOPS quando a maioria dos membros do Governo estavam pulando catraca dos ônibus, como estudantes da Universidade, na luta pela meia passagem e acabavam presos, justamente no DOPS, foi Paulo Tamer, por exemplo, que prendeu o Deputado Babá na greve dos rodoviários e o acusou de formação de quadrilha, foi Paulo Tamer quem atribuiu a grupos ligados ao PT o assalto aos cofres do Banco do Brasil em Belém.
Na Policia Civil tem muita gente séria, como é o caso do Delegado Roberto Teixeira, que embora do PT desde 1985, caiu em desgraça por ter aceito comandar a Corregedoria, diga-se com mão de ferro, durante o Governo do PSDB.
Querem um conselho! Abandonem indicação política, seja partidária ou sindical, e busquem um delegado com preocupações sociais, honesto e bom administrador, seja de que partido for. Mesmo que não queiram indicar o Dr. Roberto Teixeira ou o Dr. Pedro Paulo, ouçam o que eles têm a dizer, pode ser um bom caminho.

A Cobra se mexeu de novo

Ontém Belém foi abalada por um, olha a redundância, abalo sísmico, cujo epicêntro foi a Ilha de Martinica, atingindo 7,2 na famosa escala Richter. Nos prédios do centro houve pânico e as pessoas foram para as ruas com medo.
O episódio trouxe a lembrança um fato acontecido há 40 anos, quando, na madrugada, ouviu-se um estrondo, seguido de um forte tremor de terra. Nestes 40 anos, quantas mudanças no Mundo e em Belém. Naquela época o único prédio que sentiu o abalo foi o Edífico Manoel Pinto da Silva. Não existia tecnologia da informação e a repercursão do fato foi divulgada na chamada rádio cipó, boca-a-boca, com muitas versões. A melhor delas, porém, foi a da cobra grande. É! Os antigos diziam que embaixo da Cidade de Belém morava uma cobra, cuja cabeça ficava na Igreja da Sé e o rabo na Basílica de Nossa Senhora de Nazaré. Bastava a cobra se mexer para Belém tremer.
Eu, da minha parte, quero acreditar na ciência e no terremoto da Martinica, mas será que não foi mesmo a cobra que se mexeu de novo? quem sabe?

Ecologia

Sobre o título "Ecologia", recebí hoje, pela manhã, na esquina da Doca de Souza Franco com a Senador Lemos, de uma senhora evagélica, da Igreja Deus é Amor, o seguinte texto, produzido pela Sociedade Bíblica do Brasil:

Ecologia

O Senhor Deus criou
o mundo inteiro e pede
que as pessoas cuide dele.

Quando olho para o céu,
que tu criaste,
para a lua e para as estrelas,
que puseste nos seus lugares -
que é um simples ser humano
para que penses nele?
Que é um ser mortal
para que te preocupes com ele?
No entanto, fizeste o ser humano
inferior somente a ti mesmo
e lhe deste a glória e a honra
de um rei.
Tu lhe deste poder
sobre tudo o que criaste;
tu puseste todoss as coisas
debaixo do domínio dele:
as ovelhas e o gado
e os animais selvagens também;
os pássaros e os peixes
e todos os seres que vivem no mar.
Ó SENHOR, nosso Deus,
a tua grandeza é vista
no mundo inteiro.

Deputado Gabriel divulga posição do PV sobre o caso da menor estuprada

1. A Constituição Federal, art. 5º, que trata dos direitos e garantias fundamentais, no inciso LXI, determina que ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade judiciária competente...
2. Baseado no preceito constitucional digo que só há dois tipos de prisão no Brasil: a prisão em flagrante, que por força do inciso LXII do mesmo art. 5º, deverá ser imediatamente comunicada ao Poder Judiciário para confirmar ou relaxar; e a prisão por ordem judicial. Por tanto, todas as prisões são efetivadas por decisão judicial.
3. A Lei das Execuções Penais (Lei Federal nº 7.210), Art. 82, determina que os estabelecimentos penais destinam-se também ao preso provisório, estabelecendo, explicitamente, as regras para prisão de mulheres:

“Art. 82. Os estabelecimentos penais destinam-se ao condenado, ao
submetido à medida de segurança, ao preso provisório e ao egresso.
§ 1º - A mulher será recolhida a estabelecimento próprio e adequando à
sua condição pessoal.
§ 1° A mulher e o maior de sessenta anos, separadamente, serão
recolhidos a estabelecimento próprio e adequado à sua condição pessoal. (Redação
dada pela Lei nº 9.460, de 04/06/97)
§ 2º - O mesmo conjunto arquitetônico poderá abrigar estabelecimentos de
destinação diversa desde que devidamente isolados. “

4. A menor, além de mulher, estava na condição de preso provisório, veja o que diz a lei:

Art. 84. O preso provisório ficará separado do condenado por sentença
transitada em julgado.


5. No caso de menor o Estatuto da Criança e do Adolescente é a lei que deve ser aplicada. Apenas para ilustrar, uma vez que o caso da garota de Abaetetuaba descumpre todas as regras legais, veja o que diz o ECA:

Art. 230. Privar a criança ou o adolescente de sua liberdade, procedendo à sua
apreensão sem estar em flagrante de ato infracional ou inexistindo ordem escrita
da autoridade judiciária competente:
Pena - detenção de seis meses a dois anos.
Parágrafo único. Incide na mesma pena aquele que procede à apreensão sem
observância das formalidades legais.


6. A primeira reação da Governadora, após saber do fato, foi a expedição de um decreto, que pecou por dois motivos, primeiro repetiu o que já está na lei federal; segundo atribuiu aos delegados toda responsabilidade pelo recolhimento e guarda de preso.
7. Na segunda reação a Governadora errou novamente quando não dimensionou corretamente o problema, tratando a segurança pública como o viés de oposição x situação, acusando o governo anterior de lhe entregar um sistema sucateado. Com essa atitude permanece refém de grupos internos ao sistema e de seus interesses escusos.
8. Num momento seguinte a Governadora foi um pouco além e determinou que sejam construídas celas especiais para mulheres nas delegacias em todo Estado.
9. Para atender o que determina a legislação o Governo anterior iniciou o trabalho de construção de estabelecimentos penais nos grandes municípios, regionalizando os estabelecimentos penais, e deu início a desativação das cadeias em delegacia de polícia, que, por não ser o local adequado, acaba se transformando em depósito de preso, sem as regras da lei das execuções penais. As celas em delegacias servem sim para o cometimento de arbitrariedades, como é o caso da chamada prisão para averiguação criada no tempo da ditadura militar.
10. O sistema de segurança, falo sistema, pois é assim que deve ser entendido, compreende:
1. O policiamento ostensivo e repressivo que é um trabalho realizado pela Policia Militar;
2. A policia administrativa e de investigação, feito pela Policia Civil, que auxilia o Ministério Público e o Poder Judiciário na produção de provas e nas investigações dos delitos, de forma técnica e cientifica;
3. O sistema de perícia técnica e cientifica;
4. O sistema penitenciário que recolhe as pessoas legalmente presas, resguardando seus direitos e exigindo o cumprimento dos deveres impostos pela legislação em vigor, esforçando-se para realizar o trabalho de reeducação e ressocialização da população carcerária.
5. Para o funcionamento adequado do sistema é preciso cuidar dos freios e contrapesos. Para tanto, deve ser estimulado a formação acadêmica e a reciclagem constante do corpo funcional e do sistema de segurança, através das academias de policias e dos serviços sociais; deve o Estado manter uma boa e competente ouvidoria nas policias; e, por último, é fundamental que as policias e o sistema penal mantenham forte e autônomas corregedorias.
6. O Governo atual, no intuito de implantar o que chamou de “Segurança Cidadã” desmontou o sistema anterior e no seu lugar recolocou antigas visões como é o caso de reconstruir celas em delegacias ou fazer ronda ostensiva com membros da Policia Civil, poderá estar ressuscitando praticas antigas, como a de passar sacola nas bocas de fumo ou de manter presos ilegais para prestar favor a poderosos ou mesmo para pressionar familiares a pagar pela liberdade do seus parentes.
7. A criação de uma comissão parlamentar de estudos para levantar o problema da criminalidade no Pará, chamando a sociedade civil, como: OAB, Cientistas Sociais e Igrejas pode encontrar saídas para este grave problema.

Impeachment é exagero

Sugerir impeachment da Governadora como fez a jornalista Lúcia Hipólyto por causa do episódio da menina de Abaetetuba é um exagero, pois quem conhece Ana Júlia sabe que Ela, se tivesse sido informada da situação, não concordaria.
Quanto ao Delegado Benassuly este foi completamente infeliz na declaração no Senado, mas demonstra que está reproduzindo uma lógica interna, que hoje preside a Polícia Civil e destoa da nota e das manifestações da Governadora, daí a incompatibilidade dele com o Governo, razão por que devia perceber a gravidade e poupar a Secretária Vera Tavares e a Governadora.

Voltamos a era dos milhões

Ontém o diretor local da FUNASA, Josenir, figura bastante conhecida dos meios políticos da terra, reuniu deputados e prefeitos, em um Hotel da Cidade, para anunciar milhões em recursos do PAC para abastecimento de água, esgotamento sanitário, drenagem. É tanto dinheiro, que nem mentiroso conta. No total foram anunciados R$ 221.188.000,00, para 77 municípios. Apenas para comparar, a FUANASA em 2007, aplicou R$ 8.111.014,72 no Pará. É isso mesmo! A diferença é grande.
O diretor disse que o dinheiro já está disponível, basta apenas a prefeitura apresentar o plano de trabalho e as documentações, que incluem as certidões negativas, é claro.
Dona Elcione, na ocasião, fez questão de dizer que Josenir é uma indicação sua. Jáder calado estava, calado ficou.

Vereadores de Belém estão com todo gás

Os vereadores de Belém aprontam mais uma para a Cidade. Acabam de modificar a Lei para permitir construções de postos de gasolina em qualquer parte, sem respeitar os limites ou distâncias das residências, colégios, hospítais. Nem se deram ao trabalho de preservar o lençol freático das contaminações por petróleo que vaza constantemente destes estabelecimentos.
Recentemente os mesmos vereadores alteraram a lei para permitir a construção de edifícios em qualquer área e de qualquer altura.
Quando esta legislatura, que é uma das piores, acabar a Cidade de Belém estará tomada por Postos de Gasolina, Farmácias e Prédios. O povo e o trânsito que se dane.
Só espero que isso não seja para garantir o combustível da campanha.

Segurança pública é um problema de todos

O fato da mocinha estuprada em Abaetetuba serviu para expor as entranhas do sistema policial e seus próprios conflitos internos.
Governadora Ana Júlia, antes de ver oposição por trás do fato, atente para o seguinte:
1. Pela Constituição Federal só pode haver prisão por duas formas. Prisão em flagrante delito, que deve ser confirmada pelo Poder Judiciário e prisão por decisão judicial. Fora disso é arbitrariedade.
2. Se levarmos em consideração o que determina a Constituição, todos as pessoas presas são presos de justiça, portanto a diposição do Judiciário no sistema penal e não do delegado de policia, por conseguinte não devem ficar na delegacia.
3. Manter cadeias em delegacias é estimular as prisões arbitrarias. A chamada pisão para averiguação, do tempo da ditadura militar.
Então Governadora, não pegue corda de delegados inescrupulosos que desejam as celas em delegacia, para manter gente presa arbitrariamente e forçar familiares a pagar propina. Fortaleça a ouvidoria, a corregedoria, o sistema penal e a academia de polícia.
A Policia Militar é preventiva e ostensiva. A Policia Civil é administrativa, investigativa, em auxílio ao Poder Judiciário.
A Segurança Pública é um problema mais complexo do que a Senhora pensava, mas aceite o desafio em nome da sociedade.

A Castanheira do Castelo dos Sonhos

Por causa do episódio da mocinha estuprada na delegacia de Abaetetuba, passou despercebido, no Programa Fantástico, deste domingo, a notícia da castanheira queimada que o Greenpeace conseguiu autorização Ibama para transportar e usar em exposição nas grandes cidades, mas que madereiros de Castelo dos Sonhos, no Pará, onde castanheira foi queimada, impediram, a base da força, a sua retirada. O fato expõe o Pará negativamente, e isso é um problema de todos nós.

Violência sexual contra mulher

A Prefeitura de Belém, para provocar ainda mais a Governadora, realizou neste domingo um evento na Praça Batista Campos dedicado ao combate a violência sexual contra mulheres, só não levou a inocente menina de Abaetetuba, porque esta não está mais no Pará, levada por autoridades federais para ser acolhida em outro Estado da Federação. A revista Veja publica uma reportagem contando as torturas e violência sexual sofrida pela garota.

Plante uma árvore

Cada árvore absorve até 1 tonelada de CO2 durante sua vida e é um bom abrigo para aves, para ajuadar o plente, plante uma árvore. Mas se você mora em apartamento ou não tem epaço para plantar, increva-se em programas de plantio pela internet, como o Clickarvore .

A menina de Abaetetuba

O caso da menina de Abaetetuba levanta muitas lebres.
1. A menor tem proteção legal do Estatuto da Criança e do Adolescente o que não foi respeitado;
2. A lei das execuções penais e o bom senso informam que não se pode misturar mulher e homem na mesmas cela e, também, criminosos devem ser separados segundo o tipo e a gravidade do delito.
3. A menor foi denunciada por seus patrões, ou seja, estava trabalhando como empregada domestica sem qualquer proteção legal;
4. Os policiais tentaram fraudar documento comporbatório da idade da jovem para aliviar a gravidade do delito;
5. o Governo atual ameaçou investigar o Governo anterior como se isso tivesse o condão de modificar o fato.
A atitude mais sensata é assumir o erro e solucioná-lo ou adotar medidas mitigadoras.

Silvio Gusmão vence na UEPA

O professor Silvio Gusmão e a professora Albene receberam 33,29% dos votos na UEPA e encabeçarão a lista tríplice, o candidato do professor Mário Cardoso, o ex-vereador Bira Rodrigues, foi o segundo colocado. Espera-se coêrencia da Governadora em nomear o primeiro colocado como sempre o PT defendeu.
O professor Mário Cardoso pode dar o primeiro passso divulgando logo seu apoio ao professor Silvio e aconselhando Bira Rodrigues a dessistir de pleitear o cargo, pois foi esta sua posição quando o governador Almir Gabriel nomeou a professora Izabel Amazonas e não ele que tinha sido o primeiro colocado nas eleições.

Pobre Belém do Dudu

Comecei pela Vila da Barca minha peregrinação por Belém. Pretendo, até o dia da Convenção Municipal do PV, visitar lideranças e bairros para ouvir os problemas, recolher soluções e inserir num futuro programa de governo do Partido Verde para Belém. Por onde ando é só escandalo.
--------------------

Vila da Barca. O Projeto de Urbanização é um tremendo fiasco. Até agora menos de 30% das casas estão construídas e ameaçam desabar por falta de estrutura. A Prefeitura já empenhou mais de 20 milhões para uma empresa chamada UNI Engenharia que ameaça abandonar o projeto.
--------------------

Jurunas. As ruas estão abandonadas e a violência tomou conta do bairro.
--------------------

Bengui. A duplicação da Rua Ajax d'Oliveira está paralisada a mais de 8 meses sem qualquer explicação. As obras de urbanização mal feitas, dizem, está sendo construída por uma empresa do Sr. Sarub, dirigente do PTB.
--------------------

Icoaraci: A prefeitura cortou o dinheiro da Agência Distrital e a única obra que está fazendo é a mudança do trânsito nas principais ruas da Vila. Outra coisa, mudaram, sem conversar com a comunidade, o nome da Rua Cristovão Colombo para Rua Lopo de Castro. A população não está nada satisfeita!

Quem vive trepado é guariba

Ontém, na Praça Batista Campos, um senhor, vendedor de coco, assistia televisão quando apareceu uma imagem de São Paulo com muitos edifícios. Eu lhe disse: Belém vai cabar assim! Ele concordou, lamentou e tascou: morar nestes prédios deve ser muito ruim. Não se pode criar uma galinha. Não se pode assar um peixe. Nem música alta se pode ouvir. Isso é lá vida!!! Quem gosta de viver trepado é guariba.

Puniçao aos culpados

Uma adolescente é presa ilegalmente e colocada numa cela com 20 homes por trinta dias em Abaetetuba, onde foi estuprada e sofreu toda sorte de violência. É um ato violento e asqueroso praticado por autoridades policiais do Pará. O Governo tem que reparar o grave delito punindo os responsáveis e custeando o tratamento da vítima, além de indenizá-la pelo abuso inominável.
Acredito que essa situação repugnante não conta com o apoio da Governadora Ana Júlia, ao contrário, Ela, como a primeira mulher a governar o Pará, vai agir com rapidez e tomar as medidas adequadas.
Leia a seguir um resumo do depoimento de Cardias publicado pela Assessoria de Imprensa do TJ-Pará:

O ex-policial civil declarou ao juiz que não conhecia as vítimas e assumiu a autoria de apenas uma das mortes e que José Marroquim teria praticado o outro homicídio. Ele responsabilizou o empresário João Batista Ferreira Bastos de ter planejado e comandado todo o homicídio contra os irmãos. Segundo Cardias, ele fora contratado para recuperar os cheques que estavam em poder dos irmãos. Ele disse que, após os dois terem recuperado os cheques que estavam em poder das vítimas, o emrpesário teria dado outra ordem, que supostamente teria vindo dos sócios de Chico Ferreira e citou os nomes de Marcelo Gabriel, filho do ex-goevernador Almir Gabriel e Carlos Maurício, sem mencionar o sobrenome do segundo sócio. A promotoria já pediu à polícia para investigar os dois citados por Cardias.

Cardias contou, na plenária do júri, que foi procurar Chico Ferreira por intermédio de Luiz Araújo de quem é amigo há cerca de 10 anos. O réu contou que estava passando por necessidade e precisava de ajuda “minha família estava passando fome”, declarou. O dono da Service Brasil prometeu ajudá-lo, mas disse que precisaria de alguns serviços do ex-policial civil, em troca da ajuda. Segundo revelou o empresário pagaria ao ex-policial a importância de R$200 mil.

No interrogatório pestado por Cardias, o dono da Service Brasil teria feito uns investimentos e se envolveu com agiotas perigosos. Segundo Cardias, o empresário teria dito “fiz uns investimentos com políticos e caiu na besteira de pedir dinheiro a agiotas. Els são perigosos e estão me ameaçando”.
O réu contou, ainda, que Chico já teria pago oito milhões, e eles (os agiotas) queriam, mais quatro milhões”. Cardias disse que o empresário teria pressionado a fazer ‘o serviço’, ou seja, matar a presidente do Ipasep, e os parlamentares Waldir Ganzer e Paulo Rocha, mas que este teria recusado. Aceitou afinal participar do suposto assalto para recuperar o cheque, no valor de um milhão e meio.

Os novelinos

A campanha que a família novelino faz imitando os movimentos sociais quando clamam por justiça para os seus mártires é um pouco demais. A frase: "O Pará Pede Justiça" além de ser uma inverdade, pois ousa falar em nome de toda a população sem procuração para isso, é um ataque desnecessário a credibilidade do Poder Judiciário, pois o processo correu e o julgamento está marcado, o resultado depende dos jurados e nada pode influenciar na soberania do juri popular.
O crime foi bárbaro, porém por motivação individual e particular. A conotação política que tentaram dar, envolvendo Marcelo Gabriel, Paulo Rocha ou Valdir Ganzer, até hoje não foi provada. Se o Chico Ferreira pediu dinheiro emprestado para financiar campanha eleitoral ou mesmo para rasgar, pouco importa para o evento criminoso, pois não foi isso que o motivou a praticar os crimes. Supõe-se que os juros estorsivos da agiotagem e a pressão desmedida impostas pelos cobradores tenha influenciado muito mais na atitude do mentor dos assassinatos.
Se quiserem, os novelinos podem usar melhor e mais humanitariamente sua campanha financiando as buscas ao assassino das crianças da CEASA ou do Lavrador de D. Eliseu, por estes o Pará deve pedir justiça, sim!

A disputa da grande imprensa

O Liberal deste domingo publica na coluna "PorDentro", assinada pelo jornalista, consagrado e premiado, Ronaldo Brasiliense, uma entrevista com Francisco Victer, presidente de uma tal União das Industrias Exportadoras de Carne do Estado do Pará, atacando a exporação de boi vivo que, para ele, é um tiro no pé, pois "cria uma concorrência desigual e até mesmo desleal, tornando uma ameaça clara à estabilidade da indústria da carne deste Estado."
O Diário do Pará, na mesma data, publica uma entrevista com o agropecuarista e líder sindical Diogo Naves defendendo a exportação do boi em pé como uma conquista de mercado, um aval de qualidade do rebanho paraense e porque a industria frigorifica local não tem capacidade de absolver toda a produção de gado para abate.
Nesta briga estão em lados opostos o cartel dos frigoríficos e os pecuristas. Os frigoríficos querem ditar o preço, forma e prazo de pagamento, além de controlarem todo abate, não permitindo questionamento quanto ao peso e descartes de animais reprovados na inspeção sanitária, provocando sérios prejuízos ao setor.
Os pecuristas descobriram, na exportação de boi em pé para o Líbano, uma maneira de escoar o gado e controlar a oferta, influenciando no preço. A exportação, porém, não deixa imposto para o Estado e ainda não tem infra-estrutura porturária adequada, mas isso é um problema governamental.
Com relação a grande imprensa fica apenas o registro da coincidência dos dois grandes jornais
abordarem no mesmo dia, um mesmo tema, por lados opostos. Parece até jogo combinado.

Planeta Sustentável - Manual de Etiqueta

A Editora Abril lançou um encarte na "Revista Veja" chamado Manual de Etiqueta, com 33 dicas de como enfrentar o aquecimento global e outros desafios da atualidade. É uma boa idéia que vale ser incentivada. Para ter acesso ao Manual basta acessar o site http://www.planetasustentavel.com.br/

Bondinho do Edmilson

Andei de Bondinho neste feriado. Foi uma experiência interessante. Os passageiros eram 90% de Belém, senhores e senhoras com netos ou filhos pequenos, todos com saudades de Belém de outrora.
Na Estação compramos um bilhete por 1,00 real, esperamos 10 minutos para embarcar e fomos, eu e meus dois filhos, numa viagem pelo tempo. Os funcionários, cheios de boa vontade e inexperiência, se atrapalham no embarque dos passageiros, nota-se um certo improvisão no negócio.
Dentro do bonde a Funcionária anuncia que o passeio seguirá pela Via dos Mercadores, hoje João Alfredo, porém, alerta que o percurso será pequeno por causa dos camelôs que não deixam o bonde passar até a Santo Antônio. Explica aspectos da nossa história e do projeto de resgate do bondinho.
O Bonde é charmoso, basta só um pouco de atenção do atual prefeito, que é de Tracauteua e não tem tanto amor por Belém, como diz a propaganda oficial.
Parabéns ao Edmilson pela idéia.

Esta é para o feriado

As indagações abaixo foram feitas por LULA em discurso proferido no Encontro de Fundação do PT. Hoje, depois de tantos anos, dois governos nas costas, quem se arrisca a responde-las?

"Há muita gente que pergunta: qual é a ideologia do PT? O que pensa o PT sobre a sociedade futura? Aqueles que colocam tais perguntas avançam, ao mesmo tempo, as suas próprias interpretações, que visam, em alguns casos, criticar o Partido. Não seria o PT apenas um partido trabalhista a mais? Não seria o PT apenas um partido social-democrata, interessado em buscar paliativos para as desigualdades do capitalismo?"

O PT de Ontém

Como registro para história reproduzo um trecho do Programa de Governo LULA para as eleições de 1994. Era o tempo do Governo Democrático e Popular.

"LUTA PELAS REFORMAS
Daremos prioridade ao debate programático porque será vital para a vitória e para o êxito do Governo Lula que milhões de brasileiros ergam as bandeiras da reforma agrária, da distribuição da renda, da retomada do crescimento econômico em novos padrões, da erradicação da miséria, da revolução educacional e da recuperação dos serviços públicos, imprimindo ao seu voto um conteúdo consciente.
A difusa vontade de mudança que hoje se aglutina em torno de Lula precisa ser politizada e transformada em compromisso concreto de luta pelas reformas. E isso não pode ser obtido, à escala de milhões de cidadãos, apenas com a publicação de um programa geral, por mais consistente e fundamentado que seja.
É preciso que o conteúdo amplo de nosso programa de governo seja resumido em um núcleo compacto de idéias-força facilmente assimiláveis até pelos brasileiros de pequena ou nenhuma escolaridade. Emprego, salário decente, comida, terra, casa, escola, saúde, cadeia para os corruptos, fim da violência, são alguns dos temas centrais que requerem ênfase especial durante a campanha, seja sob a forma das "cinco pontas da estrela" , dos "treze pontos do Lula" ou qualquer outra fórmula simbólica de impacto. Nesse sentido, muito antes do 3 de outubro será necessário lançar projetos concretos, detalhando todas as iniciativas que serão adotadas pelo novo governo relativamente a tais idéias-força, apresentando prazos, metas e números palpáveis.
Dessa maneira, seremos capazes de responder ao desafio que é a ecessidade de gerar um clima contagiante de mobilização popular, em escala nacional, como condição indispensável para a vitória e garantia de realização do programa transformador.
As idéias-força não devem ser assumidas apenas por seu sentido pedagógico e como instrumento de propaganda em escala de massa. Elas são muito mais do que isso. Representam um eixo central para toda a nossa argumentação de campanha. Cada debate sobre dívida externa, dívida interna, privatizações, estatais e controle da inflação não pode ser aceito por nós no contexto frio da racionalidade econômica, onde a fome e a miséria se diluem em estatísticas abstratas.
Deve ser travado, obrigatoriamente, em conexão direta com o enfoque da miséria, do desemprego e da falta de escolas e hospitais. Porque, se é para combater a fome, gerar empregos, garantir moradia, terra, educação e saúde, a população assumirá perfeitamente a necessidade de qualquer alongamento na chamada dívida pública, dureza no tratamento da dívida externa, a defesa do patrimônio representado por estatais necessárias, como a Petrobrás, o Banco do Brasil etc."

Fundação do PT

Segundo a Lei Orgânica, cada partido político no Brasil, é obrigado a constituir uma Fundação para promover a formação e a divulgação de suas ideias programáticas. Apenas por curiosidade, a fundação do PT chama-se Fundação Perseu Abramo.

Inocência

Posted by Picasa

Museu de Arte Sacra da Diocese de Bragança


Neste sábado, dia 10 de outubro, participei de uma cerimônia no novo Museu de Arte Sacra Nossa Senhora do Rosário. Este espaço, organizado pelo Padre Gerenaldo Messias e pelo Bispo Diocesano D. Luís Ferrando, teve o apoio do Governador Simão Jatene que atendendo um apelo meu, como Chefe da Casa Civil, disponibilizou R$ 200 mil para construção. O Museu expõe peças de 1700 que contam a história de fé do povo da região bragantina. Entre as peças expostas está a primeira berlinda do Círio de Belém.
Posted by Picasa

B Luz no Museu de Arte Sacra

O artista plástico B.Luz expõe seu talento no novo Museu de Arte Sacra Nossa Senhora do Rosário em Bragança. O tema da exposição é a Estrada de Ferro Belém-Bragança. Vale a pena dar uma olhadinha e conferir o talento do artista bragantino.
Posted by Picasa

Círio de Bragança

Posted by Picasa

Círio de Bragança

Posted by Picasa

Círio de Bragança

Posted by Picasa

Círio de Bragança

A classe política bragantina, que trava uma disputa prá lá de acirrada, aliás como é histórico no Município, desde os tempos de Lobão da Silveira e Augusto Corrêa, deverá dar uma trégua neste final de semana. A Cidade vai homenagear Nossa Senhora de Nazaré. Hoje é a procissão rodoviária, amanhã, às nove horas, será a vez da procissão fluvial e domingo a caminhada pelas ruas da Bragança. Após a procisão, todos comendo o pato no tucupi acompanhado da farinha lavada do Camutá.

-------------

O Blog irmanado aos apelos do Bispo diocesano, D. Luiz, aproveita para apelar aos festeiros que manerem, ou, como diz a gíria: peguem leve!!!

Temporários

Secretários de Governo estão reunindo os temporários para acusar o ex-governador Simão Jatene de ser o culpado pela situação atual dos mesmos. Não adianta querer encontrar chifre na cabeça de cavalo. O problema existe e quem está governando deve encontrar a melhor solução possível. Torço por isso.

PSDB e a CPMF

O Senador Flexa Ribeiro, por telefone, nos convidou para a Convenção do PSDB que será neste domingo na Assembléia Legislativa, aproveitando o embalo, perguntei sobre a posição do PSDB na votação da CPMF e o Senador garante todos votarão contra. Vamos conferir.

Eleições Municipais

Há nove meses que as pesquisas em Ananindeua apontam o candidato Manoel Pioneiro em primeiro lugar.

--------------

O candidato Edmilson Rodrigues, embora figure em primeiro lugar nas pesquisas para Prefeitura de Belém, pode desistir da disputa. Não conseguiu apoio do PT e seu partido não tem base e nem tempo de televisão.

-------------

O candidato Priante precisará do apoio da Governadora e do PT se quiser disputar as eleições em Belém. Daqui por diante a pressão será grande nessa direção.

Temporários, o que fazer?

Conviví com o problema temporários em todos os polos possíveis. Quando deputado do PT e na oposição ao Governador Jáder, adotei a posição da nossa bancada, que era contrária a contratação temporária fora dos parâmetros da Lei Complementar de autoria do deputado Zeno Veloso. Essa lei determinava que os contratos, fora do concurso público, eram apenas para situação emergêncial. O Governador Jáder, contrariando os termos da lei, criou uma cota de temporários por deputado da base aliada e fez um verdadeiro festival. Para se ter idéia, um dia antes do Jáder passar o Governo para Carlos Santos a Casa Civil contratou mais de 4 mil temporários.
Toda vez que estava para vencer os contratos o deputado Antenor Bararú, instruído pelo Palácio dos Despacho, apresentava um projeto prorrogando o prazo e era um Deus nos acuda, pois os temporários ocupavam as galerias da Assembléia Legislativa para vaiar os deputados do PT que sempre votam pela realização do concurso público.
Esssa situação foi se prolongando e me alcançou novamente na condição de Chefe da Casa Cilvil do Governo, agora do outro lado do balcão e com o problema bem maior, pois o tempo já havia piorado a situação. O governador Jatene, porém, atendendo a equipe de governo e sensibilizado pelo problema, optou por um plano criterioso de substituição através de concurso público, distrato dos mais recentes e determinou a elaboração de um programa social, via Banco do Cidadão, para incentivar o recomeço de muitos que haveriam, por força do Termo de Ajuste de Conduta assinado com o Ministério Público do Trabalho, de perder seus empregos. Fizemos isso sem tumultuar a vidas das pessoas e sem deixar de atender a comunidade.
Hoje o problema me alcança novamente na condição de amigo de muitos temporários e, com eles, tenho vivido suas dores e angustias pela possibilidade perder o emprego. Continuo á favor do concurso público, mas diante de programas como o bolsa família, acredito que aprovar a Emenda Constitucional para deixá-los no emprego não faria tanta diferença para o Estado e seria mais um programa social do governo. O que vocês acham?

O Brasil é do LULA

R$ 42.046.365,00, este é o valor transferido em 2007 pelo programa Bolsa Família só em Belém. Em Bragança foram 7 milhões. Mas não é só isso. As duas Superintendências do INCRA no Pará repassaram para assentamento mais de 60 milhões. O Ministério do Desenvolvimento Agrário, apenas para um convênio com uma cooperativa de Marabá, gastou 10 milhões.
Diante desse quadro e conhecedor dos beneficiários dos recursos públicos chego a conclusão que o terceiro mandado pode até ser um atentado a democracia e ainda constranger muita gente, mas é um caminho que não deve ser desconsiderado, pois se fizerem plebiscito o povo aprovará e não será democrático.
Eu sou contra. Ditadura nem do proletariado. Isso nunca deu certo. Vamos nos unir suprapartidariamente para impedir essse caminho sem volta. O PT que arranje um candidato a altura e venha disputar nas urnas. Ditadura é quem nem coceira, basta começar. Como diz o meu amigo Edmir, grande jogador de futebol dos áureos tempos do esporte paraense, "pode virar coceira de macaco que não acaba nunca".

Temporários no Governo

A Bancada do PT ainda não se acostumou com a condição de Governistas que lhes deram as urnas. No caso dos temporários os deputados resolveram seguir um ato público na Praça Batista Campos e participar de uma rodada de negociações com o Promotor do Trabalho, numa típica ação de oposição. Muito embora a boa e velha democracia diga que os governos são temporários, mas governista é governistas enquanto o mandato durá.
Vamos ao problema. Os temporários foram contratados pelo Estado. O Estado assinou um Termo de Ajuste de Conduta se comprometendo a demitir e convocar concurso público. Para revisá-lo O Estado deve, através da Procuradoria Geral, buscar o Poder Judiciário. Basta então a Governadora determinar esta providência e os Procuradores buscarem entendimento com o MPT. Não precisa de ato público, pois o Judiciário e o MPT só agem segunda a lei. Então precisa de Lei? Os parlamentares devem ser acionados para apreciá-la e resolver o problema. Tudo mais é exagero da oposição.
Ou os deputados do PT encenaram para agradar os temporários ou no fundo sentem que são temporariamente governistas.

Deputados fazem reunião para apurar danos causado pelo Porto da Cargil

Calma gente! Não é aqui e nem são os nossos deputados. A coisa é no Paraguai.
Comissão da Saúde Pública, integrada por parlamentares paraguaios, participou ontém (31/10), a partir das 8:30 horas, de uma conferência de imprensa sobre os danos à saúde da população que a construção do mega Porto Granelero, da empresa multinacional Cargill, a 500 metros do Rio Paraguai, poderá causar.
A localização do Puerto Cargill é uma ameaça à salubridade pública, pois se encontra a somente 500 metros, rio acima, das principais captações de água da Empresa de Serviços Sanitários do Paraguai (ESSAP), que é distribuída para mais de 95% da população do município de Assunção e para habitantes dos municípios de Mariano Roque Alonso, Luque, Fernando de la Mora, San Lorenzo, parte de Limpio e Villa Elisa. São, no total, 1.1 milhões de pessoas em risco.
No Paraguai, a Cargill monopoliza 30% das exportações de grãos de soja, no ciclo 2006/07 foram produzidas cerca de seis milhões e duzentas mil toneladas, Cargill vendeu quase um milhão e novecentos mil toneladas.
Fonte:AmbienteJá / Adital.

Fórum Social Mundial

Ontém, no debate sobre desenvolvimento, anotei alguns vícios que os movimentos sociais não conseguem se livrar. Vou transmitir os meus pontos de vistas, mas faço isso com medo de ser interpretado erradamente. Vamos lá. Seja que Deus quiser.
1. As mesas são compostas para atender as correntes e não em função do debate;
2. A generalização é sempre a tônica;
3. Conseguem apontar erros e nunca as saídas;
4. Os discursos são pontilhados de chavões ou frase feitas;
5. Constrõem as teses que tentam provar mesmo contra a realidade.
6. Falam pelo todo quando representam um parte.
Resultado é que debate foi um monólogo, onde os representantes das entidades que compunha a mesa falaram e plateia ouviu e foi embora. Quem era do MST esperou o seu representante falar e saiu. Os Negros fizeram o mesmo, e assim por diante.
Perdemos a oportunidade de afirmar algumas teses importantes sobre a Amazônia para parceiros do mundo inteiro. Isso num cenário onde não podemos perder tempo, pois a fome do nosso povo não espera.

Fórum Social Mundial

Hoje o dia foi de reunião dos grupos de trabalho, à noite foi a vez de um debate sobre a Amazônia. Entidades locais expuseram os problemas da região.
Amanhã o Conselho Internacional percorrerá os locais ofertada para funcionar o Fórum em 2009. A proposta é que as plenárias sejam distribuídas no campus da UFPa, Ufra, Uepa e Hangar.
Após o percorrer os locais, o Conselho Internacional reuniria com a Governadora e o Prefeito, mas como estes não estão na cidade, a reunião será com seus representantes, que apresentarão as obras que serão feitas para garantir o Fórum. É estranho que os parlamentares daqui não estejam participando e nem reclamando por causa disso. Com a palavra Alcino, o jacaré-açu do Museu Goeldi e observador do nosso cotidiano.

Polícia Civil fecha Armazém

A Polícia Civil cassou o registro e o alvará de funcionamento do Armazém Santo Antonio do empresário Alexandre Cunha Barata, após processo administrativo que apurou denuncia de poluição sonora, desordem e perturbação do sossego público. Para abrir terá que se regularizar, não adianta se pegar com deputados membros da bancada governista.

Jacaré Alcino é testemunha

O Ministério Público bem que podia ouvir em depoimento o jacaré-açu "Alcino", do Museu Emilio Goeldi. Faz tanto tempo que ele está alí, de papo pro ar, só ouvindo os comentários dos visitantes. Acho que o Alcino sabe mais que esse tal de Cardias!

Lixo e Transporte cheiram mal

Lendo no Blog Quintaemenda do meu amigo Juvêncio sobre a empresa Belém Ambiental, cuja a razão social é: B.A. Meio Ambiente Ltda., localizada na Av. Tavares Bastos, 1583 e o CNPJ 07.593.016/0002-85, resolví pesquisar na Internet e descobri esta notícia da Folha de São Paulo. É muita coincidência:

"A história do envolvimento de Niquini com o setor de lixo em cidades administradas pelo PT, porém, teve início em 30 de novembro de 2001. Na ocasião, ele adquiriu, por R$ 3,2 milhões, a Emparsanco Belém Ambiental, empresa que mantém contrato com a Prefeitura de Belém desde 1998.Em junho, a Folha noticiou que a escolha da Emparsanco pela Prefeitura de Belém foi marcada por suspeitas de favorecimento. A presidente da comissão de licitação, Edilene Rodrigues, é irmã do prefeito da cidade, Edmilson Rodrigues. Além disso, o petista Ricardo Pereira da Silva, funcionário da Prefeitura de São Paulo e dono da Rodvias Engenharia, foi um dos responsáveis pela avaliação técnica das concorrentes. A Emparsanco é cliente da Rodvias.Outro que teve participação no processo em Belém foi Nelson Frateschi, irmão do presidente do PT de São Paulo, Paulo Frateschi, e dono da Engelix, empresa que também presta serviços para a Emparsanco. Frateschi e Ricardo participaram ainda de grupos de trabalhos na Prefeitura de Belém para debater projetos de interesse da prefeitura.A venda da Emparsanco Belém para Niquini pegou o mercado de surpresa. Documento obtido pela Folha demonstra que o acerto do pagamento seria feito em quatro prestações de R$ 300 mil cada e mais R$ 2 milhões divididos em dez vezes. A empresa Expresso Urbano São Judas Tadeu, de propriedade de Niquini, figura como avalista da compra."

Operários e população risco


Nas fotos o flagrante de descumprimento das leis trabalhistas, quanto a segurança. Isto é um alerta, talvez a própria empresa, dona do empreendimento, não esteja sabendo desse volação feita pela empresa de demolição do shoping Doca Boulevard.








PV no governo ?

Em nota no Repóter 70 de hoje, O Liberal informa que houve uma reunião sexta-feira entre secretários e a governadora sobre mexidas no secretariado para o ingresso do PP e do PV. O PP iria para SEAD e o PV ainda estava por definir qual o cargo a ocupar. A nota afirmava que a vaga do PV seria ocupada por um adversário meu dentro do partido.
Devo esclerecer que, embora o Partido Verde não se furte a conversar, não houve entre o PV e Governo qualquer negociação e nem existe dentro partido disputas de grupos. O PV está organizado em mais de 100 municípios e qualquer deliberação deve passar pela direção partidária, formada pelos 11 membros da executiva, dois deputados estaduais e 20 coordenadores das bacias hidrográficas. Há! apenas para acalmar os afoitos, fui reconduzido ao cargo de presidente estadual para um novo mandato de dois anos, isso por decisão unanime da direção nacional.

Cuidado quem for pela Aristides Lobo

A empresa que está demolindo o prédio onde funcionou o shoping Doca Boulevard está colocando em risco a vida de seus operários e da população. Os operários trabalham sem qualquer equipamento de proteção e quem passa de carro pela Aristides Lobo, ao lado do Ed. Atalanta, corre o risco de um bloco de parede ser arremessado sobre o veículo. A obra começou domingo e nem uma placa com a permissão da Prefeitura foi afixada no local.

Fórum Social Mundial

Nesta segunda-feira começa em Belém, no Hotel Sagres, a reunião do Conselho Internacional que discutirá a organização do Fórum Social Mundial que acontecerá em 2009 em Belém. O Governo do Estado e a Prefeitura vão descobrir que não podem monoplizar o evento e o PT deve ficar frustado ao saber que é proibido a participação de partidos políticos.



Prefeito processado por improbidade administrativa deve pagar advogado do próprio bolso

Em uma ação civil pública contra ex-prefeito, objetivando o ressarcimento ao erário municipal de despesas pagas com a contratação de advogado, sem prévio certame licitatório, para patrocinar uma defesa pessoal, uma vez que acusado de improbidade administrativa, o STJ entendeu que as despesas com a contratação de advogado para a defesa de ato pessoal praticado por agente político em face da Administração Pública não demonstra interesse do Estado e, em conseqüência, deve ocorrer às expensas do agente público, sob pena de configurar ato imoral e arbitrário. Precedente citado: AgRg no REsp 681.571-GO, DJ 29/6/2006. REsp 703.953-GO, Rel. Min. Luiz Fux, julgado em 16/10/2007.

Bragança recebe 1,5 milhões

Desta vez não temos d0 que reclamar. Dinheiro tem!. Bragança, através da Prefeitura recebeu mais de Um milhão e meio de reais par asfalto da Polidorio Coêlho e para agricultura. Veja o detalhe de um dos convênios publicado pelo Governo Federal e fiscalize.

Objeto do Convênio: IMPLEMENTACAO DE PROJETOS PARA PROMOVER AUMENTO DA PRODUCAO PRODUTIVA E MELHORIA DE PRODUTOS AGROPECUÁRIOS NO MUNICIPIO.
Orgão Superior(Descrição-Código): MINIST. DA AGRICUL.,PECUARIA E ABASTECIMENTO
Concedente(Descrição-Código): CAIXA ECONOMICA FEDERAL/MA
Convenente(Descrição-Código): PREFEITURA MUNICIPAL DE BRAGANCA
Valor Convênio: 487.500,00
Valor Liberado: 487.500,00
Publicação: 10/01/2007
Início da Vigência: 29/12/2006
Fim da Vigência: 30/12/2007
Valor Contrapartida: 24.375,00
Data Última Liberação: 13/08/2007
Valor Última Liberação: 487.500,00

Duque de Caxias sem ciclovias

Hoje, após gastar uma fortuna em propaganda, a Prefeitura de Belém inaugura a Duque de Caxias, chamada pela mídia oficial de corredor ecológico. Pode até ser corredor no sentido de passagem estreita e longa, mas não é ecológico, pois para ser chamado assim deveria ligar dois ecossistema. Além deste grave equívoco, a nova avenida foi construída na lógica dos carros e, por isso, a Prefeitura não teve a sensibilidade de reserva uma pedaço minúsculo que fosse para os ciclistas. É lamentável.

PPA recebe 920 emendas

O Plano Plurianual, que é o planejamento do governo para 04 anos, foi apresentado a Assembléia Legislativa, após muitas reuniões chamadas de Plano Territorial Participativo, e os deputados resolveram apresentar 920 emendas de todos os tipos. Resta então nos perguntar: os deputados estão longe do povo ou o projeto aprovado pelo povo não foi o mesmo enviado aos deputados? Com a palavra a equipe de governo e os líderes da Assembléia Legislativa.

Educação ou Cadeia ?

O Governo Federal transfere aos municípios o valor de R$ 0,22 reias por mês por aluno para ser aplicada na merenda escolar e um preso custa ao Estado o valor de R$ 700,00 reais por mês. Como diria o Caetano Veloso: "alguma coisa está fora da ordem"

Não Sou o Nomeado

Semana passada foi publicada a nomeação de um Assessor Especial de nome José Carlos de Lima, desde então algumas pessoas equivocadamente e outras por pura má fé pensaram tratar-se da minha nomeação.
Para esclarecer os de boa fé, meu nome é José Carlos Lima da Costa, portanto não sou o nomeado e por uma questão de ética não estou pleiteando nem um cargo no Governo atual, afinal participei por quatro anos do Governo passado, que teve seu candidato vencido nas urnas. Isso é democracia, que pressupõe alternância de poder, e se povo quis mudança devemos respeitar a decisão popular. Penso assim.

Ananindeua Recebeu R$ 2,4 milhões

O Ministério das Cidades, através de Convênio no valor de R$ 9.750.000,01, cujo objeto é o apoio a melhoria das condições de habitabilidade de assentamentos precários, liberou no dia 26.09.2007 uma parcela no valor de R$ 2.450.000,00 para Prefeitura de Ananindeua. Vamos ver se o dinheiro chega nas mãos dos pobres assentados e resolve mais este problema.

Encontro da Caminhando

Foi um sucesso o encontro da "Caminhando", agora que passou posso dizer, no Beto Grill. Duas ausências foram justificadas: Elias Araújo - Senador Mário Covas como era conhecido; e o Senador de verdade Tião Viana, mas mandaram cartas, ei-las:

Querido Irmão, Encaminho, anexas, nossas cartas, de Tião Viana e minha, para nossas amigas e amigos de Caminhando e pedimos que sejam lidas hoje em nosso encontro.
Um grande abraço.
Elias Araújo

Queridas companheiras e companheiros de Caminhando,

Há cerca de quase três décadas, tomamos parte de uma organização política e social, cujo papel no processo de democratização do País e das Universidades, ainda por escrever, está indelevelmente marcado para nós enquanto história coletiva e individual, e vista assim, desde a perspectiva do tempo, do século XXI para o Século XX, reveste-se de relevante importância para o País, mesmo quando não tenhamos a devida consciência disso. Da corrente política que inspirou essa organização, participaram ativamente figuras hoje muito conhecidas da política nacional, incluindo Chico Mendes, Marina Silva, Tarso Genro e José Genoino.
No Pará, para cada a um de nós, a Caminhando representa muito mais que uma organização política e social, porém uma escola de formação de líderes e da juventude para a vida, graças a qual nos foi possível cultivar valores, desenvolver conhecimentos e relações, num ambiente cultural que nos acompanha vida afora, não importa os caminhos que tenhamos tomado, na geografia e no tempo. Há, certamente, dessa época um liame que nos une e que nos dá identidade, superando as dimensões de tempo e espaço.
Essa escola, nossa verdadeira Universidade, a integrar todas as nossas dimensões de seres humanos, deu ao Estado e à República, uma governadora, a quem faço questão de nomear como Sua Excelência Ana Júlia Carepa, e um Presidente do Senado, a quem também quero nomear na fomalidade de Sua Excelência Tião Viana. Essa formalidade, numa comemoração informal, ainda que pareça inusitada, é apenas para destacar o fato de que cada um de nós contribuiu para formar a maior geração de lideranças políticas, intelectuais, artísticas, sociais, científicas e culturais que jamais um movimento fez na História do Pará e da Amazônia, incluindo nesse movimento todas organizações que soubemos articular num bloco de hegemonia, cujo domínio se estendeu, inconteste e sem conhecer derrotas, por mais de dez anos no movimento estudantil paraense. I.sto, entre outras coisas, porque fazíamos e fazemos política com alegria (aqui, lembro Tadeu cantando e tocando “Não vai dá, assim não vai dá, quarenta e quaro passes, não dá pra aguentar!”), como na memorável campanha da meia passagem, graças a qual os estudantes, filhos e filhas de nosso povo podem exercer esse direito
Daí oferecemos um presidente da UNE, Valmir Santos, secretários de estado, em âmbito federal e estadual (Rômulo,, Benatti, Imbiriba, entre outros), e diversas outras autoridades. Mais importante que isso, porque menos transitório, temos brilhantes advogados da estirpe de Jarbas Vasconcelos e Paulo Weil, intelectuais como Hilton, Arroyo e Edilza, artistas como Márcia Freitas, Márcia Corrêa e Chiquinho Weil. Além de muitos outros cuja nominata seria impossível nesse espaço e que são, sobretudo vencedores para a vida. Gostaria de lembrar, com saudade e alegria também dos que se foram, no nome de nosso inesquecível Fernando Lôbo
Por tudo isso, sinto-me profundamente orgulhoso de ter feito parte da Caminhando e de continuar cultivando os laços e valores que ela nos proporcionou. Especialmente porque, diferente da música cantada com a finalização melancólica “daquele garoto que ia mudar o mundo...”, para nós continua tendo uma rima feliz, pois continuamos todos a dar a nossa pequena contribuição para um Pará, uma Amazônia, um Brasil e um mundo não apenas mais justos, humanos, livres e fraternos, mais que tenham como uma nova utopia a síntese do futuro e do passado, pela qual possamos legar às gerações de nossos filhos e netos um planeta com um modo de vida que conserve as condições de vida na terra, com toda a dignidade e diversidade da Natureza e dos seres humanos.
C
om um grande abraço, Saudações Eco-socialistas,
Elias Araújo

Acresço a esta mensagem a do Presidente do Senado de nossa República. Tião Viana:

Brasília, 19 de outubro de 2007.
Caros Colegas,
Gostaria de dizer que muito me alegraria estar com vocês e poder abraçá-los nessa ocasião tão festiva, mas, infelizmente, compromissos impedem-me de me ausentar de Brasília nesta data.
Cumprimento a todos e em especial aos responsáveis por manterem viva a memória do saudosa “Caminhando”, palco de tantos sonhos, audácias.
A alegria experimentada em encontros como esse nos revigora e nos ajuda a manter o passo firme na busca de nossos propósitos e de nossos ideais.
Sinto saudades dos tacacás, dos ventos às margens das baías, dos banhos, dos acampamentos, de tantas coisas... Lembro-me, ainda hoje, com grande emoção, dos meus tempos de estudante, quando a Faculdade sofria as ameaças da Ditadura... Diplomado, fui convidado a permanecer em Belém, como professor, mas a vida quis diferente. Vem dessa fase o meu olhar otimista, minha crença em lutar por algo além do possível.
Como sabem, em 1999, inaugurei uma nova etapa, aceitei um novo desafio. Com humildade e satisfação assumi o mandato de Senador pelo meu Estado, que me foi conferido por sua gente que tanto me orgulha, e por quem me dá tanto gosto trabalhar e hoje estou, interinamente, à frente do Senado Federal.
Tenho um compromisso firmado com a melhoria dos indicadores de Saúde, no Acre e no Brasil como um todo, e venho buscando honrá-lo, dia após dia, no exercício de minha atividade parlamentar e, acreditem, nesse caminhar vocês estão comigo.
O trecho extraído do Livro Sagrado do Hinduísmo, Bhagavad Gita, numa adaptação livre de Fredy Kofman, traz uma reflexão, cuja dimensão e profundidade a leitura me cativou, e considero que seus ensinamentos transcendem as questões de natureza religiosa e merecem ser partilhados. Diz o texto:
Embora os homens de mente grosseira se aferrem às suas ações e se preocupem com os resultados, o homem sábio é livre de todo o apego.
Sem se ofuscar pelo êxito, nem sofrer ansiedade pelo fracasso, ele oferece suas ações no fogo da virtude.
Em paz com que acontecer, desapegado do prazer do triunfo e da dor da derrota, ele age com consciência plena.
Aquele que cumpre seu dever sem se preocupar com os resultados é o verdadeiro homem de sabedoria.
Forte abraço, felicidades a todos!
Tião Viana

COOPSERVIÇOS

O Ministério do desenvolvimento Agrário celebrou convênio com a Cooperativa de Prestação de Serviços - COOPSERVIÇOS de Marabá no valor de R$ 10.916.948,70, para prestação de serviços de assessoria técnica social e ambiental a 9.761 famílias, elaboração de PDAS a 1.532 famílias e a elaboração de PRA a 2.040 famílias de trabalhadores rurais assentadas em Projetos de Assentamento Jurisdicionados a Regional do Sul do Pará. Neste mês, mas precisamente dia 09.10.2007 foi liberado uma parcela deste convênio no valor de R$ 558.604,27. Em qualquer República é muita grana.

Estrada de Ferro da Vale

A Justiça federal, que determinou a desocupação da ferrovia, já sabe que a Prefeitura de Parauapebas foi quem forneceu os rádios comunicadores e três caminhões para apoiar a ocupação. Talvez seja por isso que o Dr. Eduardo Sizo tentou convencer as autoridades a não cumprir a decisão judicial. Vamos esperar o desfecho.

Assesssoria Técnica

Por falta de assessoria técnica os assentados dos Sul do Pará não podem reclamar. O Ministério do Desenvolvimento Agrário celebrou convênio com a Coooperativa de Prestação de Serviços - Coopserviços de Marabá no valor de R$ 10.916.948,70, no dia 09/10, antes do Círio, foi liberado uma parcela de r$ 558.604,27.

A Reforma Agrária com muito dinheiro

Os paraenses não têm do que se queixar quando o assunto é recurso federal para reforma agrária. Este ano as duas Superintendências do INCRA no Pará receberam R$ 34.367.603,36 a do Sul do Pará e R$ 30.887.439,37 a Estadual do restante do Pará, totalizando R$ 65.255.042,73. A maioria destes recursos foram destinados a concessão de emprestimos e financiamentos.
Na Superintendência do Sul a maior liberação foi para Associação de Defesa dos Trabalhadores Unidos - ADETUNI, que é de Jacundá, Rua Bahia, 150, e recebeu R$ 2.370.000,00.
Já o Projeto Fundiário Santarém destinou a Federaçãodas Associações de Moradores e Comunidades do Assentamento Agroextrativista da Gleba Lago Grande - FEAGLE, que funciona na Av. Cuibá, s/n, o valor de R$ 12.447.200,00.
Temos a relação de todas as entidades e, na medida do possível, divulgaremos aqui.

Buraco da Palmeira

O Edmilson fez uma obra, Duciomar fechou com tapume e nós, povo da cidade, não merecemos uma explicação?

Quem Paga a Conta

Quando ocorre um acidente de trânsito que tem como consequência a danificação de algum bem público como postes, canteiros, muros, lixeiras ou parada de ônibus, o motorista culpado é acionado para pagar o prejuízo ou quem paga conta somos nós os contribuintes?

Gurda Municipal

Se o papel da Guarda Municipal e preservar o patrimônio das Praças e logradouros públicos, pergunto: quando quebram bancos, briquedos ou dilapidam este prórpios municipais, abre-se inquérito para apurar a responsabilidade dos servidores que estavam de plantão no local?

Praça do Pescador

Apenas para lembrar. A Praça do Pescador foi tomada por camelôs que foram remanejados da antiga Feira do Açaí. Hoje estamos com os dois locais ocupados e o antigos espaços para o lazer da população sumiu.

Camelô e a Pirataria

Todos os dias às 6 hs., em plena João Alfredo, abre-se os tabuleiros e os dono das distribuidoras de Cd´s e DVD´s piratas expõe os produtos para que os camelôs adquiram e possam revender nas suas bancas espalhadas pelo Centro Comercial.

Redução da Reseva Legal na Amazônia

E do Senador Flexa Ribeiro a proposta de redução da reserva legal na Amazônia de 80 par 50%. O problema é que a simples redução ou a autorização de reflorestar com palmaceas atrairá mais problemas para nossa Região. O bom mesmo é o macrozoneamento. A Bancada Federal do PV vai reagir.

Caminhando: o retorno.

Fato novo no PT. Neste final de semana se reunem,em clima de confraternização e retorno, a tendência "Caminhando". O evento está sendo organizado pelo Dr. Jarbas Vasconcelos e promete ser bem frequentado. Estão confirmadas as presenças da Governadora e de pessoas do primeiro escalão do Governo. Tem gente de orelha em pé com este evento.

Tombamento da Sede do Clube do Remo

Disseram em O Liberal que Eu sou sócio do Clube do Remo, não é verdade. Estou apenas irmanado a pais de atletas e conselheiros que não concordam com a venda da sede do clube, por se tratar de imóvel tombado, por essa condição jamais poderia ser leiloado sem que o Etado fosse notificado. Por tanto qualquer leilão ou penhora sobre a sede é nula.
Como sou daqueles que mata a cobra e mostra a cobra morta, veja a certidão de tombamento:

"DÁRIO OFICIAL Edição Nº 030364 de 26/01/2005 SECRETARIA EXECUTIVA DE CULTURACERTIDÃO DE TOMBAMENTO
De acordo com a Lei Estadual 5.629 de 20.12.1990 fica tombado o imóvel da Sede Social do Clube do Remo, localizado na Avenida Nazaré no 982, situado em Belém, de propriedade do Clube do Remo, por ser um expressivo exemplar da Arquitetura Moderna no Estado do Pará e pela importância de seu autor, o engenheiro-arquiteto Camillo Porto de Oliveira, como um dos mais relevantes profissionais disseminadores desta linguagem artística na cidade.
O tombamento, na forma da Lei, deverá ser inscrito no Livro de Tombo no 03, referente a Bens Imóveis de Valor Histórico, Arquitetônico, Urbanístico, Rural e Paisagístico, pertencente ao Departamento de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural-DPHAC, da Secretaria Executiva de Cultura-SECULT.
O Bem Imóvel terá como área de entorno a área limitada pela diagonal que tem início na interseção da Av. Gov. José Malcher com a Av. Generalíssimo Deodoro; dobra a direita e segue por esta até a sua interseção com a Av. Comandante Braz de Aguiar; dobra a direita e segue por esta até a sua interseção com a Trav. Quintino Bocaiúva; dobra a direita e segue por esta até a sua interseção com a Av. Gov. José Malcher; dobra a direita e segue por esta até a Av. Generalíssimo Deodoro, início da poligonal.
Publica-se e cumpra-se.
Secretaria Executiva de Cultura, 30 de novembro de 2004.
___________________________
Dulcília Maneschy C. A. Nunes"

VALE QUER CONSTRUIR USINA TERMOELÉTRICA EM BARCARENA NO PARÁ

A Companhia Vale do Rio Doce entrou junto a Secretaria Estadual do Meio Ambiente do Pará com um pedido de licenciamento para construir, em Barcarena, uma Usina Termoelétrica que funcionará a base de carvão mineral importado da Colômbia e vapor de água, utilizando como fonte de abastecimento o Rio Pará.
A Usina gerará 600 MW de energia dos quais 300 MW serão utilizados para os projetos de expansão da empresa e o restante será disponibilizado para ser vendido pela Eletronorte através do sistema integrado.
A UTE apresenta alguns problemas, tais como:
1. O Pátio de cinzas que será gerado após a queima do carvão;
2. O transporte do carvão será por via marítima e o desembarque será feito por esteiras com riscos de desastre para o Rio Pará;
3. A Empresa alega que o enxofre produzido pela queima do carvão será todo tratado, mais isso ainda não está claro;
4. Durante a construção serão recrutados 3.500 operários e na operação apenas 120 trabalhadores;
5. A implantação desta UTE muda a matriz hidrelétrica justamente na região onde se localiza o maior potencial hídrico do planeta e a maior hidrelétrica em solo brasileiro que é Tucuruí;
6. O principal e mais grave problema é a emissão de dióxido de carbono. Segundo o RIMA apresentado a UTE de Barcarena gerará 2,2 milhões de toneladas de dióxido de carbono por ano.

O Processo de licenciamento ainda está em andamento, até agora já foram realizadas as audiências públicas e estamos a espera do posicionamento do órgão ambiental estadual.

Entrevista do Deputado Jáder Barbalho

Em resumo o deputado Jáder Barbalho considerou que, após a vitória da aliança PT-PMDB, tudo no Pará está certo, certo!

Segundo Jáder Belém precisa de vias de escoamento

Segundo o Deputado Federal Jáder Barbalho em entrevista ao seu canal de televisão a administração do Prefeito Duciomar melhorou um pouco, porque está pintando as ruas, mas Belém precisa construir novas vias de escoamento e de janelas para o rio, pois estamos de costas para essa beleza que são os rios da Amazônia.
Concordo, mas só com a segunda parte.

Camelô, Qual é Sua Proposta?

O Camelô, também chamado de marreteiro, se difere do ambulante por fixar seu comércio em calçadas, ruas e praças, enquanto que o ambulante faz suas vendas perambulando pelas vias públicas. O termo camelô vem do françês camelot e significa vendedor de produtos de baixo valor.
A presença de camelôs nas ruas das cidades é geralmente associada ao desemprego, situação social que deve ser levada em conta, porém entre os verdadeiros camelôs e ambulantes existem espertalhões que viram nesta maneira de negociar uma forma engenhosa de não contribuir com impostos e ainda sonegar o direito de outras pessoas.
Algumas cidades, como Curitiba e Belo Horizonte, encontraram soluções construíndo shopings populares para abrigar os camelôs, desobstruíndo, com sucesso, as vias públicas.
Em Belém, o que era uma atração, pois o ver-o-peso é um grande camelódromo, virou um grave problema urbano, uma vez que a Cidade passou a ser território livre para esse tipo de comércio. Não é uma cena improvável acordar pela manhã e encontrar uma banca de qualquer coisa na porta do prédio ou da casa de qualquer pessoa, sem ter para quem reclamar.
Não quero tornar-me adversário dos camelôs, mas tá na hora de debater com seriedade esta questão. Qual é sua proposta?

Mobilidade e Transportes Urbanos

Estou coletando propostas para mobilidade e transportes urbanos em nossa Cidade. A cada dia está ficando mais dificil se deslocar em Belém, seja a pé, de ônibus, automóvel ou bicicleta. Nas calçadas e praças estão os camelôs, nas ruas os carros estacionam em fila dupla descumprindo a legislação. Os prédios não têm garagens forçando o estacionamento em via pública. A quantidade de carros só aumenta e, na mesma proporção, não criam novas vias de escoamento. Cada construção autorizada na região central da cidade significa mais carros e mais pessoas circulando e isso não é avaliado durante o licenciamento.
Você já parou para pensar quanto tempo um trabalhador leva para vir de Icoaraci a Belém? Uma pessoa de classe média que mora na região do Entrocamento sabe o sufoco que é enfrentar a Almirante Barroso pela manhã e no final da tarde. Levar o filho na escola, heim! Conheço muita gente que vendeu sua bela e confortável casa na Augusto Montenegro, comprando um apartamento no Centro, só para fugir dos engarrafamentos diários.
Para corrigir tudo isso é preciso ação baseada em idéias viáveis. Vamos debater? Participe, suas idéias serão defendidas pelo Partido Verde através de seu líderes.

Fim da CPMF

Se você não está conformado em continuar pagando a CPMF uma contribuição que é retirada diretamente de quem tem conta bancária, mas que atinge todos os brasileiros, pois acaba sendo transferida para o preço final dos produtos, passe um e-mail para os senadores protestando. ou saiba mais acessando o http://www.xocpmf.com.br/.




Aquecimento global acaba com recursos naturais

Aquecimento global acaba com recursos naturais, afetando a economia e favorecendo conflitos, diz o socialista Berge Furre.
Quando escolheu o IPCC (o Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática da ONU) e o ex-vice-presidente dos EUA Al Gore para premiar neste ano com o Nobel da Paz, o comitê norueguês deixou claro: está olhando para a frente, não para trás. Diante de um reequilíbrio de forças no planeta pós-Guerra Fria, o grupo tem contemplado cada vez mais aqueles que ajudam a evitar guerras. Para o historiador norueguês Berge Furre, um dos cinco responsáveis por decidir quem merece o prêmio, a questão ambiental hoje está ligada à paz. Afinal, o aquecimento global -cuja causa, provou o IPCC com chance de 90% de acerto, é o homem- acaba com recursos naturais, afeta a economia e detona migrações por terra. A Folha conversou com Furre -um membro do Partido Socialista de Esquerda da Noruega- sobre a ênfase do comitê no ambiente (o tema já fora contemplado em 2004 com a queniana Wangari Maathai). Leia, a seguir, os principais trechos da entrevista concedida por telefone, de Oslo:

FOLHA - Esta é a segunda vez em quatro anos que o comitê premia um ambientalista. Qual é a relação entre paz e ambiente?
Berge Furre - O comitê está sempre interessado no princípio da paz. Mas as relações no mundo mudam, e nos últimos anos o comitê tem ampliado seu cenário para se adaptar a essas novas relações. Temos nos concentrado mais em causas relacionadas aos direitos humanos, e a causa ambiental se relaciona com isso, em vez de contemplar uma relação mais direta com a paz. Na decisão deste ano, levamos em conta que a luta do IPCC e de Al Gore é uma luta pela paz, pois a mudança climática tem conseqüências para a paz.

FOLHA - O presidente do comitê disse que o prêmio não deveria ser encarado como uma mensagem para o governo Bush, mas é impossível que a correlação não seja feita. Qual é a mensagem a ser lida?
Furre - Não queremos nos embrenhar nas disputas políticas dos EUA. Nosso objetivo é apoiar esse painel da ONU, que tem feito um trabalho muito importante para o mundo nos últimos 20 anos, e o [ex-vice-presidente] Gore também tem feito um trabalho importante ao divulgar o problema.

FOLHA - Da última vez que conversamos, em 2003, havia uma expectativa no Brasil de que o presidente Lula fosse premiado, mas o nome dele não havia nem sequer sido submetido a tempo pelo comitê. Desta vez houve um movimento semelhante na Bolívia, onde deputados chegaram a dizer que o prêmio para Gore era injusto. O nome de Morales chegou a ser submetido ao comitê? Furre - Não posso falar de candidatos deste ou do próximo ano. Trabalhamos com uma lista de quase 200 nomes. O que eu posso dizer é que os nomes têm de ser apresentados até 1º de fevereiro, e que é muito fácil haver uma candidatura, pois qualquer membro de qualquer governo, qualquer parlamentar, além de outros grupos, podem apresentar candidaturas. Eu, pessoalmente, tenho simpatia pelo presidente Morales.

FOLHA - O sr. também já disse ter muita simpatia pelo presidente Lula e pela região latino-americana...
Furre - Sim, é verdade, mas essa é a minha história. Não é a mesma história do comitê.

FOLHA - Ao decidir para quem vai o prêmio, o comitê parte do pressuposto de que quer chamar a atenção para um determinado tema ou o nome do vencedor é escolhido diretamente da lista, sem que a causa à qual ele está ligado o preceda?
Furre - Isso faz parte do nosso segredo de trabalho (risos). Mas há discussões o tempo todo no comitê, desde que pegamos a lista. Começamos a discutir entre nós e a conversar com especialistas noruegueses. Muitas vezes consultamos também especialistas estrangeiros. Quando chega o verão [setentrional], nós conseguimos normalmente já reduzir a lista para um punhado de nomes. Aí trabalhamos em cima deles, consultamos especialistas e tomamos a decisão.

FOLHA - Houve consenso este ano?
Furre - Sim, sempre é um consenso, até porque, quando um membro discorda, ele deixa o comitê. Foi assim em 1994 quando decidiram premiar Iasser Arafat, Shimon Peres e Yitzhak Rabin. Um dos membros não achava que Arafat deveria estar na lista e deixou o comitê.

FOLHA - O sr. está no comitê há quanto tempo?
Furre - Este foi o quinto ano.

FOLHA - Então o ano que vem é o último?
Furre - Sim, embora eu possa ser reeleito. Mas acho pouco provável, já estou com 70 anos.

Círio Com Lixo

Fiquei com saudades do tempo em que a água no Círio vinha dos potes e bilhas, e o promesseiro carregava um copo de alumínio onde servia os sedentos. Claro que hoje não daria para ser assim, pois o número de promesseiros aumentou e os potes caíram em desuso. Mas ao ver o estrago que milhões de garrafinhas, copos e tampas plásticas fazem no percurso do Círio e, com certeza, ao meio ambiente, juro que fiquei com saúdades dos velhos potes ecológicos de antigamente.

Palanque Oficial é Chato

Nunca assisti o Círio do palanque oficial, muito embora tenha podido fazer, pois fui Chefe da Casa Civil, acontece que acompanho a procissão a pé, desde a Sé até a Basilica. Esta minha peregrinação me permiti comparar. No ano passado, por exemplo, comparando os palanques observei que o da candidata Ana Júlia estava mais animado que o do Governador. Hoje, olhando a Governadora Ana Júlia no palanque oficial percebí que a mesma frieza do ano passado, concluo que palanque chapa branca é mesmo chato.
Há! Este ano não tinha palanque de oposição, só governista, todos com garçons servindo salgados e bebidas, mas chatos.

Minha Mãe, Bença!

Ontém ela foi para Ananindeua, hoje está saíndo para Icoaraci, de lá virá até a Escadinha, seguindo depois para Nazaré onde se preparará para Transladação. Amanhã, às 4, estaremos todos, paraenses ou não, na porta da Catedral, que aínda não foi restaurada, rezando a Santa Missa e nos preparando para a procissão, que passará por casas, casarões, edifícios e barracas, com o povo se projetando para tocar na imagem, mas querendo tocar na própria Santa Mãe de Deus, pois sabemos que alí está apenas o retrato simbolizando a Virgem de Nazaré, a Intercessora, a Mãe do Criador. Não adoramos imagens, viu, Samuel Câmara e Josue Bengston, esta multidão, que se desloca num passo único, quer apenas demonstrar sua fé e nada mais, respeitem por favor!
Seguiremos todos pelas ruas de Belém ouvindo os sons, as vezes de gemidos e choros de emoções, outros de foguetes e vivas. Viva Nossa Senhora de Nazaré! Viva!!!
Possívelmente as 13 horas chegaremos no Santuário, nós, todos nós. Até aqueles que estão em suas Casas, chegaremos com nossos pedidos e agradecimentos, que Ela acolherá e carregará para entregar ao Filho Jesus como fez nas bodas.
Feliz Círio!

Leis em Desuso

Parabéns ao deputado Carlos Martins pela idéia de criar uma comissão de trabalho para revisar as leis que não pegaram e por isso viraram letra morta.
Um lei deve ser a expressão da vontade coletiva de regulamentar direitos e deveres. A sociedade tende a criar regras para moldar os comportamentos e melhorar o relacionamento entre seus membros, deve, então, ser embasada em legimitade, ser factível e estar conforme a vontade popular, se não atender estas regras básicas a lei não evolui e não entra no mundo fático produzindo seus efeitos. É isso que está acontecendo com nossas leis.
O Deputado apresenta projetos de leis cujo o tema não foi inspirado na vontade popular, mas na intenção de setores minoritários e pouco representativos ou até no seu sonho individual ou de um assessor qualquer. Apresentada a proposta os seus pares aprovam por pura homenagem ao autor. Resultado, não vinga.
Não posso, também, deixar de falar na manietação do Legislativo por parte do Poder Executivo, seja pela maioria esmagadora que sempre detém ou pela aplicação rígida de regramentos constitucionais, como é o caso daquele que impede leis que criam despesas.
Espero que o resultado do trabalho da Comissão demonstre que a grande maioria das leis paraense não passam de lixo jurídico, sem qualquer possibilidade de reciclagem. E ainda que o trabalho da Comissão sirva para qualificar e fortalecer a Comissão de Justiça da Casa, local onde se pode barrar qualquer pretensão de lei inócuo.
 

Posts Comments

©2006-2010 ·TNB